InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [FICHA] Siegfried
por Siegfried Qua Dez 28, 2016 5:35 pm

» Duvida sobre magia de invocação
por Erj Euclid Dom Nov 13, 2016 8:32 pm

» Registro de Avatares - Masculino
por Ryoma Seg Ago 29, 2016 4:13 pm

» [Ficha] Draguren Hynno
por Ryoma Seg Ago 29, 2016 3:03 am

» Draguren Hynno
por Ryoma Seg Ago 29, 2016 3:03 am

» Semenej à Procura de Comida?
por Anatoly Cherno Qui Ago 25, 2016 7:47 pm

» [TND] Borwick
por Borwick Ter Ago 23, 2016 6:47 pm

» Kvoth Blodless
por ADM.yaTTo Sab Ago 20, 2016 5:05 pm

» Ato I - Procura.
por Borwick Sex Ago 19, 2016 8:48 pm

Procurados
Nosso Banner
Fórum grátis

Parceiros
One Piece RPG


Compartilhe | 
 

 Semenej à Procura de Comida?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Semenej
Ageen
Ageen
avatar

Warn :
Mensagens : 8
TKpoints : 5
Reputação : 0
Data de inscrição : 08/08/2016

MensagemAssunto: Re: Semenej à Procura de Comida?   Ter Ago 23, 2016 7:55 pm


A pedra lançada na cabeça do goblin branco acertara em cheio. O goblin fingiu que não sentiu ou estava tão furioso que a dor era apenas um reflexo obscuro do que sua sede de sangue poderia causar caso Semenej ficasse no caminho. Como um cavalo descontrolado o adversário se aproximava do goblin monge e habilmente ele se desvia, deixando que o inimigo passasse direto, sem freio algum e se emaranhasse em galhos mais atrás. Estava tudo indo bem, até o momento.

O goblin com as correntes começou a esfregar pedras em seu corpo e a aumentar de tamanho. Na verdade não em altura, mas em largura. Seus músculos aumentaram muito e aquela habilidade era deveras interessante. O erro primário de Semenej foi achar que a luta seria um a um e que aquele caos não o atingiria porque ele era, de fato, mais forte que seus inimigos. Ledo engano do goblin esverdeado e um erro que lhe rendeu dois golpes na cabeça. O primeiro soco, do goblin mais forte, fizera ele virar o rosto e o outro o fizera dar um passo para trás. Se continuasse assim, perderia aquela luta com toda certeza. Se caísse no chão estaria em maus lençóis e à mercê dos dois goblins que pareciam ter entrado em um tipo de fúria descontrolada.

-Realmente vocês tem potencial, só precisam se organizar e ter disciplina.

A parte da besta sendo armada passou despercebida pelo monge. Ele cuspiu para o lado quando ouviu um audível “click” atrás de si que denunciava que o goblin que parecia achar que Semenej era um Deus estava armado e pronto para atirar outra flecha inútil. Olhou para ele e percebeu que aquele medo de minutos atrás se transformara em coragem e aptidão para com a besta carregada. Um sorriso carregado de malícia brotou na face de Semenej que, antes via um potencial escondido, agora tinha certeza que aqueles três eram bons.

Semenej analisou a situação. Ao seu lado o goblin musculoso com as algemas/correntes em seus pulsos e tornozelos. Atrás do musculoso o goblin esbranquiçado com um ferimento bem feio na cabeça, e aparentemente já conseguia se desvencilhar dos galhos em que tinha se emaranhado. A frente do monge a besta pronta para atirar.

Nham, nham, nham....já prevejo o sangue correndo pela grama.

Em um movimento rápido, Semenej tenta agarrar as correntes dos pulsos do goblin musculoso e pular por cima dele, usando-o de escudo para a possível flecha que viria em sua direção. No ato de pular por cima do goblin com as correntes, ele as cruza e tenta usar sua força e a corrente para pode enforcar o maior (para os lados) goblin que estava descontrolado. O goblin esbranquiçado ainda era um problema e caso ele avançasse novamente na direção de Semenej, ele o enrolaria nas correntes, que agora enforcavam ou pelo menos deixava o goblin musculoso desconfortável. Puxando as correntes, Semenej tentaria derrubar o goblin musculoso em cima do esbranquiçado. Daí teria que se preocupar com o que estava munido da besta que achara que ele era um Deus.

-Ei você com a besta....pare de atirar ou eu esmago sua cabeça. Vamos dividir o javali e conversar um pouco. Vocês precisam de treinamento.

E apontava o dedo indicador na direção do goblin com a besta.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anatoly Cherno
narrador
narrador
avatar

Warn :
Mensagens : 12
TKpoints : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 08/08/2016

MensagemAssunto: Re: Semenej à Procura de Comida?   Qui Ago 25, 2016 7:47 pm

Além da fome, Semenej sentia seu sangue borbulhando, imaginando que este lavaria a grama e mudando sua tonalidade para algo mais rubro e ocasionalmente, mais divertido. Apesar do treinamento, ainda era uma espécie de "bárbaro" e gostava de uma boa briga, ainda mais quando ela se prolongava para além de socos e chutes e o suco dos vivos começava a se derramar, dando importância para algo banal e extrapolando limites imaginários que permitiam que ele se movimentasse como exigia a situação, mudando um dia patética de trabalho ou marasmo para uma pitada de combate sangrento.

Era o maior dali, então assim que cambaleou para o lado, não pretendendo receber mais um golpe, logo ele ergueu a mão e agarrou uma das algemas que havia penduradas no corpo de seu inimigo e a puxou. Ele fez força para que não tivesse um braço inútil, mas assim que o esverdeado segurou a outra limitação em seus pulsos, ele se viu fazendo mais força para se soltar do que para bater, acumulando em um jogo de forças, um pequeno cabo de guerra entre os dois.

Tentou saltar por cima desse que mais forte, mas apesar de ser mais alto, ainda assim não era o suficiente para fazê-lo sobre a criatura, ocasionando que caísse sobre ele, que bateu de costas no chão, fechando os olhos enquanto tentava respirar, não por estar sendo enforcado (pois usava de sua própria força para que isso não ocorresse), o problema mesmo era aquele animal de 100kg montado sobre si após um impacto sobre seus pulmões que tiravam todo o ar de seu corpo como que puxados a vácuo. Isso divertia o maior.

Após isso, ele sentiu uma dor no seu trapézio, próximo ao ombro, onde se alojava uma flecha que - por sorte, talvez - penetrava apenas na carne. A mira dele teria sido na cabeça e errou? Ou era o objetivo dele acertar ali? Também havia a possibilidade dele apenas ser ruim e ter mirado no corpo do grande goblin e atirado de qualquer jeito, esperando que o deus do tempo ou suas filhas fizessem o trabalho de acertá-lo, sem cálculos matemáticos e posições de vento contra o peso gravitacional, apenas a sorte e o caos. Toda vez que o maior movesse o braço, espirraria um pouco de sangue como uma bexiga furada sendo apertada, assim como sentiria o material dentro de si.

Vinha em sua frente o mais branco deles, aquele que carregava as bolsas e tinha marcas de sangue pelo corpo e agora, na cabeça também, causada por Semenej com uma das pedras que haviam sido tiradas daquele que tinha a besta. Ele vinha com as duas pequenas formações rochosas nas mãos, pronto para deixar uma marca no rosto de seu inimigo, que assim que viu a aproximação, ergueu os braços daquele que estava deitado a fim de se proteger e sem muita noção do que era amigo ou não, ele bateu com as pedras fortemente contra as mãos nuas do mais forte deles, que não importando quão rígido ou trabalhados fossem seus músculos, seus dedos ainda eram pouco protegidos por tais, sendo quebrados no impacto e não conseguindo gritar de dor pela falta de ar, ele apenas fez uma careta enquanto abria a boca e soltava um agudo e fraco berro, desmaiando logo em seguida.

Voltando sua atenção para o que estava com a besta e havia acertado-o pela segunda vez, ele apontava um dedo e esguichava um pouco de sangue no outro, tornando sua pele mais avermelhada. Ameaçava o que estava com a besta e este, ainda sentado no chão, recomeçava o trabalho de recarregar a besta, tomando algum tempo para procurar a flecha dentro do cesto em suas costas.

- Não é meu esse javali, não mais do que aqui ou ali. Treinamento é viver e morrer, ou apenas sofrer. - Respondia enquanto mantinha o olhar no esverdeado, procurando com certa dificuldade a munição, porém, pelo movimento constante entre as pedras, muitas vinham quebradiças ou com a ponta não mais afiada, descartando-as no chão e continuando a sua procura por uma que estivesse boa para ser atirada logo em seguida. Sua besta não era de repetição, logo, demorava um tanto ao fazer força para engatilhá-la para trás após colocar a flecha.

Antes que ambos pudessem continuar sua conversa, Semenej logo perdia a visão ao ter um goblin sobre si, prendendo as pernas em seu tronco e tapando o rosto dele com o seu peito (afinal, não era grande, parecendo uma mochila) e logo abraçando a cabeça do verde, juntando as mãos na flecha fincada e fazendo um gesto obsceno, retirando e penetrando com velocidade, agravando o ferimento e agora sim o goblin podendo sentir direitinho o quão afiado era aquele projétil, como doía o machucado enquanto suas costas eram lavadas de sangue. Ele ria como um adolescente tomado por hormônios chegando ao seu ápice.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Semenej à Procura de Comida?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Procura-se Programador de Leilão por Centavos
» A procura de pokémons raros !!
» Procura-se...Lutadores
» [Procura] Host de Hospedagem
» Chapter 7 – A procura (Parte 2)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
KingdomRPG :: Reinos :: Ageen :: Hariel :: Cidade-
Ir para: